|  Página Inicial  |  Apresentação  |  Anuncie aqui  |  Contato
» Acontece
» Aniversários
» Catanduva - Minha Cidade
» Direto do Arquivo
» Eventos
» Fotos e Fatos
» Mural de Recados
» Perfil
» Social
 
 
você está em » Fatos e Fotos
KIM PHUC
Foto clássica da Guerra no Vietnã - Kim Phuc, ‘a menina do napalm’, corre em desespero em imagem feita pelo fotógrafo vietnamita Huynh Cong ‘Nick’ Ut, que cobria a Guera do Vietnã para a agência americana Associated Press, em 8 de junho de 1972. Uma imagem que comoveu o mundo e tornou-se um dos grandes símbolos dos estragos da Guerra do Vietnã - e é vista até hoje pelos envolvidos na cena como determinante para mudar os cursos do conflito.
QUEDA DO MURO
Berlinenses comemoram a queda do Muro de Berlim em frente ao Portão de Brandemburgo, em dezembro de 1989.
CHAUMEL
Caso você estivesse com prisão de ventre há um século atrás, seja qual fosse a causa desta repentina retenção de gases, os ‘Suppositorios Chaumel’ iriam resolver o problema para você. Pelo menos é o que prometia sua propaganda veiculada em 1914 no Almanaque Brasileiro Garnier.
7 BELO
Bala 7 Belo, a bala mastigável que já é um sucesso que atravessa anos, com o tradicional sabor de framboesa.
MARIA ESTER BUENO
Maria Ester Bueno três vezes campeã do tradicional torneio de Wimbledon, em carro aberto.
CARTEIRA
Antiga carteira escolar - Anos 60/70.
CONECTORA
Caixinha conectora para vídeo game Atari - (Computer/TV).
BAN-LON
Outra moda foi o tecido sintético Ban-Lon que era muito usado na confecção de roupas femininas.
FÁBIO JÚNIOR
Famoso tanto como ator quanto cantor, Fábio Jr. nasceu em São Paulo, em 21 de novembro de 1953, com o nome de Flávio Ayrosa Correia Galvão. No início dos anos 70, antes de adotar o nome de Fábio Jr., seguiu a tendência do mercado daquela época que preferia que os cantores brasileiros gravassem em inglês com nomes estrangeiros e passou a usar os pseudônimos de Mark Davis e Uncle Jack.
CAMA DE GATO
Cama de gato - consistia em embaralhar um cordão habilidosamente nas mãos e depois passá-lo às mãos do outro, e ir alternando as figuras formadas até que o nó se desfizesse.
Anterior | [1] [2] [3] [4] [5] [6] [7] [8] [9] [10] [11] [12] [13] [14] [15] [16] [17] [18] [19] [20] [21] [22] [23] [24] [25] [26] [27] [28] [29] [30] [31] [32] [33] [34] [35] [36] [37] [38] [39] [40] [41] [42] [43] [44] [45] [46] [47] [48] [49] [50] [51] [52] [53] [54] [55] [56] [57] [58] [59] [60] [61] [62] [63] [64] [65] [66] [67] [68] [69] [70] [71] [72] [73] [74] [75] [76] [77] [78] [79] [80] [81] [82] [83] [84] [85] [86] [87] [88] [89] [90] [91] [92] [93] [94] [95] [96] [97] [98] [99] [100] [101] [102] [103] [104] [105] [106] [107] [108] | Próxima
 

NOTA: As imagens apresentadas na seção ‘Fotos e Fatos’ não têm interesse comercial, apenas propõe-se a divulgar imagens ou fatos acontecidos. Caso haja algum item em desacordo com os direitos de propriedade intelectual, envie-nos um e-mail e retiraremos a respectiva parte ou indicaremos o crédito.