|  Página Inicial  |  Apresentação  |  Anuncie aqui  |  Contato
» Acontece
» Aniversários
» Catanduva - Minha Cidade
» Direto do Arquivo
» Eventos
» Fotos e Fatos
» Mural de Recados
» Perfil
» Social
 
 
você está em » Fatos e Fotos
GILLETTE
Cartaz publicitário do aparelho de barbear Gillette Mono TECH.
JOVEM GUARDA
Eduardo Araújo, Wanderley Cardoso, Roberto Carlos, Erasmo Carlos, Martinha, Wanderléa - integrantes da Jovem Guarda - início dos anos 1960.
MAIÔS
Primeiros trajes de banho usados pelas mulheres em 1920.
TULICREME
Cartaz publicitário do Tulicreme - um creme para barrar, nutritivo, feito a partir de gorduras 100% vegetais e muito prático, que foi lançado em Portugal em 1964 com a variedade de chocolate.
TITANIC
No interior do Titanic - Sala de ginástica equipada com bicicletas, aparelhos de treino para o remo e um cavalo elétrico para os praticantes de hipismo.
PARAHYBA
O ‘mascote’ dos Cobertores Parahyba acabou virando um ‘bonequinho’, desejo de consumo de muitas crianças da época. O saudoso Comercial dos Cobertores Parahyba foi veiculado entre os anos 1960 e 1975, é tido como uma das campanhas publicitárias mais lembradas do século 20 no Brasil.
HOLLYWOODLAND
Em 1923, o letreiro de Hollywood foi oficialmente colocado nas colinas acima de Hollywood, Los Angeles. Originalmente ‘Hollywoodland’ para anunciar o nome de um conjunto habitacional novo, mas as últimas quatro letras foram retiradas após uma renovação em 1949.
MAIZENA
Maizena surgiu nos Estados Unidos no ano de 1856. Wright Duryea - ex-funcionário de uma empresa pioneira na fabricação do amido de milho criou a Companhia Produtora de Amido de Milho - Duryea. O carro-chefe do novo empreendimento seria a Maizena, um amido para uso doméstico - inclusive, culinário - porque na época, o produto ainda era mais popular na lavanderia. Por incrível que pareça - nesta época - a Maizena era largamente utilizada nos tanques de roupas e/ou nas tábuas de passar, do que propriamente na cozinha. Somente em 1859 é que começou a ser exportada para a Europa.
ANEL DO BRUCUTU
Nos anos 60, e início de 1970, surgiu um acessório que virou febre entre os rebeldes da época: 'anel do Brucutu', nome dado a uma pequena capa cromada do bico do lavador de pára-brisa do Fusca, que, depois de ‘roubada’, era transformada em anel. O termo “Brucutu” foi inspirado no paradigma de um personagem de mesmo nome, figura do tempo das cavernas publicada nas tiras dos jornais estadunidenses. Ter um desses no dedo proporcionava o status de ser tão bruto quanto o personagem, além de pressupor a rebeldia e coragem imputada àquele que usava um objetivo roubado.
TUBARÃO IV
Tubarão IV- É o quarto filme da quadrilogia Tubarão, lançado em 1987. Mais uma vez a paz da cidade de Amity e as vidas da família Brody são sacudidas por um tubarão sedento de sangue.
Anterior | [1] [2] [3] [4] [5] [6] [7] [8] [9] [10] [11] [12] [13] [14] [15] [16] [17] [18] [19] [20] [21] [22] [23] [24] [25] [26] [27] [28] [29] [30] [31] [32] [33] [34] [35] [36] [37] [38] [39] [40] [41] [42] [43] [44] [45] [46] [47] [48] [49] [50] [51] [52] [53] [54] [55] [56] [57] [58] [59] [60] [61] [62] [63] [64] [65] [66] [67] [68] [69] [70] [71] [72] [73] [74] [75] [76] [77] [78] [79] [80] [81] [82] [83] [84] [85] [86] [87] [88] [89] [90] [91] [92] [93] [94] [95] [96] [97] [98] [99] [100] [101] [102] [103] [104] [105] [106] [107] [108] | Próxima
 

NOTA: As imagens apresentadas na seção ‘Fotos e Fatos’ não têm interesse comercial, apenas propõe-se a divulgar imagens ou fatos acontecidos. Caso haja algum item em desacordo com os direitos de propriedade intelectual, envie-nos um e-mail e retiraremos a respectiva parte ou indicaremos o crédito.